Água engarrafada: ‘O truque de marketing do século’


Após décadas de forte crescimento, a água engarrafada superou os refrigerantes como a maior categoria de bebidas nos EUA, de acordo com um relatório recente da empresa de pesquisa e consultoria Beverage Marketing Corporation.

O consumo de água engarrafada atingiu um pico de 39,3 litros per capita no ano passado. Durante o mesmo período, as vendas de refrigerantes caíram para 38,5 galões per capita, em comparação com 50 galões consumidos per capita no final dos anos 90. A mudança tem sido impulsionada por inúmeros fatores, incluindo preocupações generalizadas sobre a saúde, nomeadamente, respeitante ao açúcar e aromas artificiais e impostos locais sobre os refrigerantes.

Alternativa da água da torneira como substituição dos refrigerantes.

“A água engarrafada efetivamente remodelou o mercado de bebidas”, disse Michael C. Bellas, presidente e executivo-chefe da Beverage Marketing. “Quando Perrier entrou no país pela primeira vez na década de 1970, poucos haviam previsto as alturas a que a água engarrafada acabaria por subir”. Dito de outro modo, Bellas referia-se à longa tradição de beber água da torneira limpa e livre. “Onde uma vez teria sido inimaginável ver americanos a andar pelas ruas carregando garrafas plásticas de água, ou conduzindo com elas nos porta-copos dos seus carros, agora essa é a norma”.

[adinserter block=”8″]

“O truque de marketing do século”, disse John Jewell da Semana em 2014, confiante em convencer os consumidores de que a água engarrafada é uma alternativa saudável aos refrigerantes, quando na realidade é uma alternativa à água da torneira. Enquanto os consumidores evitavam os refrigerantes açucarados, as grandes empresas de bebidas eram capazes de jogar com o hábito de comprar uma bebida, engarrafando uma mercadoria quase gratuita em plástico e imprimindo um rótulo sobre ela. Talvez a maior ironia seja que a compra de água engarrafada atua contra os objetivos dos consumidores de “saúde e eco-conscientes”, contribuindo para a degradação ambiental, apoiando grandes empresas e gastando 2.000 vezes o que gastaria em relação à água da torneira.

Comportamentos de risco na água engarrafada

Para benefício adicional dos fornecedores de água engarrafada, as empresas não são mantidas com os mesmos padrões e requisitos de relatórios que os fornecedores de água da torneira. Um estudo realizado pelo Grupo de Trabalho Ambiental em 2008 identificou 38 poluentes em 10 marcas de água engarrafada, enquanto 20% das marcas eram indistinguíveis da água da torneira.

Apesar da disponibilidade de água potável fresca na maior parte da América do Norte, os hábitos de consumo são muitas vezes mais moldados por campanhas publicitárias do que pela escolha racional. Gigantes de bebidas tais como PepsiCo Inc. e a Coca-Cola não irão simplesmente “cruzar os braços” enquanto as vendas de refrigerantes morrem. Pelo contrário. O mais recente anúncio da Super Bowl da Pepsi para a sua marca LIFEWTR demonstra o compromisso da empresa em conquistar os consumidores com uma nova oferta “premium water”.